Conheça As Fases E O Cardápio

Dieta Sem Glúten: Prós E Contras Da Dieta Sem Glúten


Você domina o que consumir pra correr bem? A verdade é que não existe receita de bolo, mas ao acompanhar outras diretrizes é possível condizer sua alimentação pré e pós-treino às suas necessidades. O que comer varia de acordo com os objetivos, da rotina, do tipo de alimentação, treino, hábitos, horários e muitos outros fatores”, explica a nutricionista Alessandra Luglio. Não existe uma fórmula matemática que se encaixe similarmente pra todos os praticantes, no entanto existem novas dicas gerais que são capazes de favorecer nas melhores possibilidades pra cada situação”. É considerável que possa ser consumido algo de simples digestão e que possa ser uma bacana fonte energética.


Tudo depende de quanto tempo temos entre a refeição e o início do treino. Se o período for curto - em torno de quinze, vinte minutos - ingerir alimentos muito pesados pode causar indigestão”, explica a nutricionista esportiva Maria Vitória Falcão. Neste caso, invista apenas em carboidratos claro (energia de rápida liberação) e complexos (energia gradual, garantindo o pique no decorrer do treino). Pela alimentação mais retirado do treino (cerca de sessenta-90 minutos antes), é possível consumir alguma fonte proteica numa refeição mais densa, visando sustentação e liberação gradual de energia.


Lembrando que ingerir laticínios antes dos treinos pode ser indigesto, visto que são moléculas maiores e de árduo digestão, por isso a tolerância do atleta precisa ser avaliada pra isso”, comenta Luglio. Nessa situação, a pessoa terá mais tempo pra fazer a digestão e não precisa de energia imediata, desta maneira, proteínas e carboidratos são bacana união.


Mix de cereais: linhaça, chia, amaranto, gergelim e quinua. É relevante que a reposição seja bem feita, principalmente depois de provas ou treinos longos. O impecável é ingerir alguma coisa de imediato após o treino. Fazer isso acelera a recuperação muscular e repõe os estoques de glicogênio”, explica Alessandra Luglio. Essa reposição imediata é muito sério, caso oposto nosso corpo humano irá buscar o “alimento” que ele está precisando em outros lugares, por exemplo nos músculos. Daí todo o interesse do treino vai por água abaixo.


Amo de aconselhar um smoothie com frutas, água de coco e um tipo de proteína (whey protein, como por exemplo), visto que conseguimos aliar a nutrição com comida de verdade e sem aditivos químicos”, sugere a nutricionista Maria Vitória Falcão. Contudo uma carne magra com arroz ou batata, como por exemplo, bem como é legal opção. Jamais experimente um alimento novo no dia de uma prova. As condutas de alimentação precisam ser seguidas como sempre, pois caso a tolerância não seja interessante,o rendimento poderá ser prejudicado.


Flocos de tempurá, que parecem pedaços menores, crocantes e amarronzados, são uma adição comum a outros sushis, em vista disso pergunte se há tempurá no seu sushi antes de requisitar. Um condimento comum com sushi é o molho de soja, ou molho shoyu, que frequentemente é muito cheio de sódio. Deixe o molho de soja só como um molho para mergulhar teu sushi e certifique-se de que o sushi que você escolher não tenha molho de soja usado no preparo.


Ao invés de disso, coma o sushi puro ou use um molho mais saudável, como o vinagre de arroz. Restaurantes japoneses geralmente oferecem pratos preparados com vegetais frescos, frutos do mar e carne, há várias possibilidades saudáveis que não são fritas, empanadas ou cobertas com aditivos não saudáveis. Se você está em dúvida, pergunte ao teu garçom se os ingredientes em um prato têm aditivos. Quais são as alternativas de comidas saudáveis que você tem mais costume de requisitar em restaurantes? No momento em que você tem maior contrariedade de manter a dieta comendo fora?



Mas na avaliação do Grão-Mestre o melhor exercício para realizar essa atividade é o glorioso (e hoje em dia esquecido) Pullover. Arnold Schwarzenegger executou Pullover por toda a sua carreira profissional! O fato é que, independente do Pullover abrir a caixa, ou não, ele é um dos melhores exercícios para a apoio da asa e pro Serrátil (músculos bem complicados de serem trabalhados). Também o Pullover auxílio a estender a massa magra peitoral, causando um efeito de maior volume, comum nos atletas da Golden Age (data em que Arnold reinava absoluto).


O mestre costumava realizar o Pullover de atravessado no banco, dado que (segundo ele) conseguia firmar melhor seus pés no chão e bem como baixar os quadris, conseguindo por isso mais potência e amplitude pra realizar o movimento. Você não acredita a angústia no externo que esse movimento produz! Apesar de estar praticamente em teu limite físico e em estado de total fadiga, Arnold mantinha as cinco séries pro Pullover. E pasme, executava entre quinze e 20 repetições pra cada série do exercício até enfim finalizar o treino.


Arnold Schwarzenegger sempre finalizava seus treinos com alguns minutos de poses e contrações de iso-tensão. Ele acreditava que inundar ainda mais seus músculos de sangue faria com que eles obtivessem uma aparência mais densa e ao mesmo tempo definida. Depois de em torno de sessenta minutos de treino de intensidade máxima e alguns quilos de suor derramados na eterna Gold’s Gym Venice, o treino matutino do mestre Arnold Schwarzenegger estava finalizado! No momento em que eu ia pro chuveiro me sentia bastante exausto, todavia alegre, como um boxeador peso pesado que batalha por 15 rounds e finaliza o adversário com um vasto nocaute no fim!



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *